setembro 22, 2017

Moldes – Flâmula Macaquinho – Kakal

Moldes – Flâmula Macaquinho – Kakal                        
setembro 22, 2017

Moldes – Almofada Africana – Michelle Flohr

Moldes – Almofada Africana – Michelle Flohr                    
setembro 21, 2017

Moldes – Joaninha em feltro – Kelly Casprov

Moldes – Joaninha em feltro – Kelly Casprov                  
setembro 19, 2017

Moldes – Porta talher natalino – Ray Schürhaus

Moldes – Porta talher natalino – Ray Schürhaus                      
setembro 18, 2017

Moldes – Relógio de Abelha – Fátima Lourenço

Moldes – Relógio de Abelha – Fátima Lourenço                
setembro 18, 2017

Moldes – Mini Cachepot de suculentas e flores – Dani Carreiro

Moldes – Mini Cachepot de suculentas e flores – Dani Carreiro                
setembro 18, 2017

Moldes – Rena para árvore de Natal – Kakal

Moldes – Rena para árvore de Natal – Kakal                
setembro 15, 2017

Moldes – Botinha de Natal – Michele Flohr

Moldes – Botinha de Natal – Michele Flohr                
setembro 15, 2017

Moldes – Ovelhinha dorminhoca – Kelly Casprov

Moldes – Ovelhinha dorminhoca – Kelly Casprov              
setembro 13, 2017

Moldes – Botinha de Natal – Adriana Lacerda

Moldes – Botinha de Natal – Adriana Lacerda                
março 25, 2014

Artesanato Baby – Criatividade e delicadeza para clientes especiais

Através deste precioso depoimento mais uma “Mestre do Artesanato” nos conta como começou a fofurar, quando foi picada pelo bichinho do artesanato em feltro e ainda aponta o caminho do sucesso no segmento baby. Participar de momentos únicos na vida das pessoas é um privilégio que envolve a responsabilidade de criar e produzir peças que vão permanecer na memória e no coração das pessoas, uma oportunidade única de fidelizar a clientela. Encante-se com mais este capitulo do nosso “Festival da Lembrancinha”, e com a querida Daniele Pimenta! Só aqui entre nós… Paciência nunca foi o meu forte e isso fazia com as pessoas não associassem as fofuras a mim! Kkkkk Minha paixão pela costura começou na época em que eu trabalhava como terapeuta ocupacional em um ambulatório de saúde mental. Eu queria usar o potencial terapêutico da costura a favor dos meus pacientes. Aprendi a costurar vendo alguns tutoriais na internet (nem botão eu costurava direito) e me empolguei. Depois de comprar alguns materiais iniciei a atividade com os pacientes, adaptando-a de acordo com as suas necessidades. O grupo de costura, que a princípio era direcionado apenas a um grupo de mulheres, logo se expandiu para todos os pacientes, inclusive […]
março 18, 2014

Festa, uma paixão de segmento!

Quem não gosta de “festa” bom sujeito não é! Ops, é quase isto o dito popular, rs. Nossa “Mestre Artesã” chega ao “Festival da Lembrancinha” com muita festa e pompa, e traz detalhes importantíssimos para quem trabalha neste segmento de artesanato apaixonante, o dos desenhos, personagens, temas da atualidade. Os cuidados para que tudo saia lindo e original. Como usar corretamente as apostilas, os kits de designer scrapbooks, e o cuidado com direitos autorais. Mergulhe neste editorial junto com a gente! O tema “festa” é infinito, apaixonante e sem sombras de dúvida, mágico! E, em se tratando de negócios e artesanato, acho que é um dos segmentos mais rentáveis para quem trabalha ou quer trabalhar com feltro. São inúmeras as possibilidades e temas que podemos desenvolver não só para festas infantis, mas também casamentos, bodas, formaturas, etc. A procura por lembrancinhas feitas à mão é muito grande até porque os clientes querem cada vez mais peças exclusivas que encantem seus convidados. 1. Tudo começa com a pesquisa. Um produto bem elaborado, para mim, começa com as pesquisas sobre o tema escolhido. Quanto mais informações sobre este tema tivermos, mais fácil será a execução. Costumo pesquisar em filmes, séries, desenhos animados […]
março 11, 2014

Capricho, artesanato bem feito demanda muito esforço!

Quando a linha de produção dá lugar ao carinho, ao capricho, ao amor pelo artesanato, nasce a ARTESÃ. O reconhecimento e a valorização financeira serão recompensa certa, no tempo certo. Nossa “Mestre do Artesanato” Luh Bravo mostra, nesta sequencia do “Festival da Lembrancinha”, o quanto a dedicação compensa. “Não foque o seu tempo na concorrência, não fique vigiando as ‘vizinhas de arte’, isto sim é ‘perda de tempo’. Foque na sua arte, dedique-se, aprenda, leia muito, curta cada passo e sinta a gentileza que a arte lhe oferece. (Dona Penguin”) CAPRICHO, PALAVRINHA FOFA! Quando recebi o convite dos Feltros Santa Fé para escrever sobre ‘capricho’ fiquei encantada, pois sempre foquei a minha marca neste diferencial, mas como explicar esta palavrinha tão fofa? Existem diversas maneiras de fazer arte, de ver a arte e de sentir a arte. Algumas pessoas optam pela “linha de produção”, ou seja, o foco é vender muito, peças mais simples, com o objetivo de rápido retorno financeiro. Outros ensinam sem o capricho necessário e consequentemente as iniciantes aprendem de ‘qualquer jeito’, criando um círculo vicioso, onde essas frases se tornaram comuns: – Faz assim mesmo que está bom! – Pra que caprichar se o cliente nem […]
março 5, 2014

Será que eu tenho esse dom?

Muitos caminhos, muitas responsabilidades, muita coragem! São estes os principais ingredientes da história de vida desta artesã especial, a Karina Raszl. O artesanato sempre acompanhou seus caminhos, desde pequena. E continuou atravessando as suas escolhas, sempre se mostrando uma opção. Porém a escolha de viver o artesanato como profissão envolve coragem, determinação, e a certeza de que foi abençoada com um dom, um talento especial. O “Festival da Lembrancinha” apresenta mais um capítulo de sucesso na história das “Mestres do Artesanato”. Quando recebi o convite da Santa Fé para participar do “Festival da Lembrancinha” só consegui ver a parte do “O artesanato me faz feliz!!!”, pois tem tudo a ver com o que sinto. Afinal o artesanato me faz realmente feliz, muito feliz. As avós vem de fábrica com o tal “dom” dos trabalhos manuais Minha história com o artesanato, como aconteceu com a maioria das artesãs, começou de pequena. Filha de pais separados, criada com avós, só poderia dar nisso não é mesmo? Afinal as avós vem de fábrica com o tal “dom” dos trabalhos manuais. Comigo não foi diferente. Aprendi crochê e tricô ainda criança. Sempre me aventurando, curiosa e sem medo. Na adolescência já customizava minhas roupas: […]