Voltar

Por que o artesanato é tão procurado? - Feltros Santa Fé

21 de março de 2013Publicado por: Santa Fe

Por que o artesanato é tão procurado?

Na concepção do escritor mexicano Otávio Paz, Prêmio Nobel de Literatura, falar de artesanato é falar mais de pessoas do que de objetos, pois o produto resultante do trabalho artesanal é um produto "com alma", no qual estão presentes o saber, a arte, a criatividade e a habilidade. Ao contrário do produto "globalizado" que é impessoal, o produto artesanal procura personalizar diferenças culturais, imprimindo sensibilidade e carinho como valores agregados ao produto final. O conceito artístico de artesanato é: despertar as aptidões latentes do obreiro e aprimorar-lhe o intelecto. Suas mãos, obedientes a impulsos mentais e inteligentes, deslocam a matéria bruta, grosseira e passiva, e convertem-na com o calor de sua imaginação em coisa útil e por vezes, bela. É a ideia que deseja a forma. Vale ressaltar que o povo não faz arte desinteressada ou arte pela arte mas, não raramente, sobre ser utilitária, suas peças são bem acabadas, produzidas com esmero e revelam bom gosto. Se o artesão, além de habilidade manual, possuir talento e sensibilidade então, ele vira artista. Desse modo, sua experiência artesanal seria apenas uma fase de formação artística. Muito lindo, fofo, criativo, adorável, são alguns dos adjetivos que se ouve diante da apresentação de peças artesanais. Mas, exatamente por quais motivos a peça artesanal se tornou tão procurada? O que leva as pessoas a desejarem um artesanato? Artesanato é um trabalho manual que transforma matéria-prima em objetos úteis e belos. Esta atividade transforma qualquer coisa em especial: um tapete, uma toalha... Ambientes decorados com peças artesanais dão aquele toque pessoal e aconchegante. [col2]DICA-DE-MESTRE-erica [/col2][col2]Dica - Érica Catarina Sempre amei artesanato, cresci num mundo de tecidos, linhas e cores. 
Pegava os retalhos que sobrava das costuras da minha mãe e fazia roupinhas para as minhas bonecas. Essa era a brincadeira mais gostosa!  

Eu queria fazer de tudo! Fazia cartões, caixas, biscuit, ponto cruz... e, numa visita demorada à Internet vi trabalhos lindíssimos em feltro e, desde então me perdi de amores: “Ahhhh, eu quero fazer também.” Foi o pontapé inicial para que eu adentrasse de vez nesse mundo de fofurices, em especial com às lembrancinhas e os enfeites de porta de maternidade. Para mim, o feltro é a minha paixão escandalosamente declarada. 
Fácil de manusear, ele nos dá uma infinidade de possibilidades. Um pedaço de feltro, tesoura, agulha, linha e criatividade é o bastante para se criar um mundo de fantasia.  

Pesquisei tudo, minuciosamente, como se faz, quais os pontos usados, qual o melhor material e a brincadeira gostosa virou profissão.[/col2]Vi a possibilidade de ter o meu próprio negócio, mesmo assumindo alguns riscos e pensava sempre: “Será que eu vou conseguir?” e “Será que meu trabalho vai agradar?”.  
Tinha uma força de vontade muito grande e estava disposta a me aventurar nesse universo craft. A primeira vez que fiz algo em feltro foi um enfeite de maternidade para presentear uma amiga que teria um bebê. 
Ela colocou o enfeite na porta do quarto da maternidade e tinha um cartãozinho com o meu nome e endereço do meu blog pendurado na guirlanda. 
Uau! Foi um retorno imediato e em pouco tempo estava fazendo muitos  outros enfeites sob encomenda, também para o Brasil todo. 
O diferencial era fazer tudo à mão, sem uso de máquina de costura! E isso exige mais cautela, cuidado e capricho na execução de cada pontinho. Procurei adquirir mais conhecimentos no dia a dia, nas consultas à Internet, com minha mãe,  pesquisando os trabalhos das artesãs talentosas que já estão na estrada há algum tempo.  
Vi a oportunidade de se trabalhar em casa e lucrar com isso. Enfim, avaliei as melhores alternativas para depois decidir corretamente. E foi assim que tudo começou. 
A cabeça “fervilha” com tantas ideias e tudo é anotado no meu caderninho: o caderninho de ideias. Confesso que houve momentos em que eu queria jogar tudo para o alto, desistir, mas a perseverança e a força de vontade falaram mais alto, a minha carga de otimismo foi maior do que qualquer barreira que enfrentei e enfrento. 
Tudo isto me deu um novo impulso para novos trabalhos, novas realizações e novos projetos. Não nascemos sabendo, estamos em constante aprendizado! E o que me motiva é a sensação do dever cumprido no final de cada trabalho realizado e poder dizer com alegria: “Eu que fiz!”
Muitas pessoas desconhecem o verdadeiro significado de artesanato, e o confunde com outros tipos de manifestação cultural. O artesão tem compromisso com o seu consumidor, buscando sempre um produto de melhor qualidade e acabamento, uma vez que ele visa o retorno financeiro. Se o artesanato é o meu negócio, não basta produzir peças conforme o meu desejo, pois não estou buscando atender minhas expectativas. É preciso avaliar critérios de mercado, para produzir peças que meu público alvo deseja, e que lhe sejam úteis. [col2]

Os atrativos do produto artesanal são: Exclusividade Diversidade Beleza

[infobox_feature]Tenha sempre em mente o que você busca: Um Cliente Satisfeito. Para produzir peças atrativas é preciso sensibilidade, criatividade e muita informação. Antes de iniciar sua produção, consulte o mercado, pesquise as tendências e as utilidades.[/infobox_feature][/col2][col2]estante[/col2]
Próximo passo: hora de provocar sua criatividade e desenvolver objetos exclusivos, que atendam as necessidades dos seus potenciais clientes, alinhados com as tendências em alta. Ao desenvolver um novo produto, procure acrescentar uma novidade, um diferencial totalmente pessoal. Utilize matéria prima de qualidade, preocupe-se com os pequenos detalhes, seja caprichosa nos acabamentos, e apresente soluções dinâmicas, oferecendo um preço justo. Finalmente a palavra chave: capacitação. Esta é a palavra de ordem para quem pretende trabalhar com produtos sob encomenda e conseguir um bom lucro. Entenda que você não precisa ser a melhor desenhista do mundo, mas precisa saber traçar com delicadeza e de maneira segura. Talvez você também não seja a melhor costureira, mas seus pontos devem ser minuciosos e trabalhados cuidadosamente, pois você deve buscar incessantemente a perfeição. Tome como base trabalhos de pessoas caprichosas e perfeccionistas, seja crítica com suas criações, avalie com frequência e nunca se sinta satisfeita. Quem se acomoda tende a ficar para trás, principalmente em um mercado globalizado que em 24 horas recebe uma enxurrada de novidades e cada dia exige mais e mais técnicas de aprimoramento. Busque inspiração, pesquise literaturas que te façam sonhar com novos desenhos, modelos e técnicas. À medida que você aplicar os critérios de negócio e empreendedorismo na criação das suas peças, você obterá mais qualidade nas suas vendas. Mãos à obra e boas vendas! Deixe agora mesmo a sua opinião e conte mais sobre o que o artesanato é para você. Prepare-se pois o nosso próximo tema promete: Artesanato - um remédio para alma Beijos no coração. Bibi Soares [infobox fullwidth="false"]Um super presente pra você! Baixem neste link a apostila com todas as informações para fazer corujas lindas como as da Érica Catarina. [button href="http://bit.ly/YtoAWI" label="Baixar" color="white" icon="download" newwindow="true" ]Apostila_1_Coruja_Erica-1-thumb [/infobox] [col4]erica-perfil[/col4] [col2]Participação de Érica Catarina Blog: http://www.ericacatarina.blogspot.com.br Flickr: http://www.flickr.com/photos/ericacatarina/[/col2][col4]festival-lembranca[/col4] Fonte: http://www.eba.ufmg.br/alunos/kurtnavigator/arteartesanato/artesanato.html

Contato

Av. Antônio Bardela, 780 - Cumbica - Guarulhos - SP | CEP 07220-020
Telefone: (11) 2487-4255 / Atendimento de segunda a sexta das 8 às 18h

SAC

sac@feltrossantafe.com.br
0800.777.2530

Redes Sociais

Importante

A reprodução fotográfica das cores dos produtos no site podem sofrer variações em monitores diferentes.

CNPJ: 60.730.512/0001-35

© Todos os direitos reservados | Feltros Santa Fé
Desenvolvido por Produtiva Web&Design.